It's by Me

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Desafio da semana #2
agosto 14, 2017 7 Comments

Mais uma nova semana a começar e com ela vem o quê? O desafio, claro! Como é que correu o anterior? Conseguiram realizar as metas todas? Eu cá consegui e estou muito orgulhosa de mim mesma. e para esta semana já tenho novas metas, venham ver.

Metas da semana #2

Segunda: evitar reclamar
Terça: ouvir a minha música preferida 
Quarta: pensar positivo
Quinta: iniciar um novo hábito
Sexta: acreditar mais em mim
Sábado: dançar muitoo
Domingo: continuar a leitura do livro

Prontos para esta semana? Já preparam as vossas metas? Se quiserem podem fazer as minhas. Adorava depois saber como correu :)
Ler Mais

sábado, 12 de agosto de 2017

4 bebidas que hidratam o corpo
agosto 12, 2017 15 Comments

Já estamos no verão há algum tempo mas só agora é que o calor decidiu aparecer e parece que veio para ficar. Só queremos estar enfiados na piscina ou na praia. Contudo existem certos cuidados que devemos de ter nesta época de calor.

Para aproveitar esta altura de calor não nos podemos esquecer que o nosso corpo tem que estar bem hidratado, nutrido. É fundamental manter o corpo hidratado, pois o desequilibro entre a perda de água e a sua reposição pode levar a níveis de desidratação elevados, que causam diversos sintomas, nomeadamente dores de cabeça, fraqueza, tonturas.

O ideal é criar o hábito de ingerir líquidos mesmo quando não estamos com sede. Por isso é essencial levar uma garrafa com água atrás. Para além dos 1.5 litros recomendados, outros líquidos também podem contribuir para garantir a nossa hidratação principalmente nos dias mais quentes, tais como:


Água de coco- para além de refrescante, é saborosa e pode ser consumida de forma natural. É rica em vitaminas e minerais que ajudam na reposição de líquidos.

Frutas ricas em água - são ótimas aliadas na hidratação e ainda contribuem para uma alimentação mais rica e equilibrada em nutrientes, como o abacaxi, melão, melancia.

Sumos de frutas - sem açúcar, 100% naturais, são uma opção hidratar e refrescar o corpo.

Chás- quentes ou frios, eles ajudam a manter o corpo em bom estado.
Existem receitas em que podem combinar ervas e ingredientes naturais, e podem beber a qualquer altura, sem preocupações.
Ler Mais

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Técnicas de respiração que combatem a ansiedade e o nervosismo
agosto 09, 2017 21 Comments


Cada vez mais temos uma rotina intensiva em que a ansiedade e o stress surgem em força. Quando isso acontece, quer dizer que está na hora de relaxar um pouco. E para isso, nada melhor para relaxar, do que respirar. É muito mais eficaz e simples. A respiração pode ajudar a mantemo-nos mais calmos.
Existem 3 formas de respiração:

- Respiração básica: neste respiração o que temos de fazer é respirar lentamente. Este exercício deverá durar uns 5 minutos e deve ser feito pelo nariz. Para isso deves deixar a saída do ar durar mais tempo do que a da entrada. É importante sentir a expansão torácica e abdominal de forma lenta e suave.

- Respiração diafragmática: aqui a respiração também deve ser lenta mas profunda e observa o próprio movimento.

- Respiração abdominal: se à noite estiveres com dificuldade em adormecer, deita-te na cama e com as luzes apagadas, coloca as mãos sobre o abdómen. Conta enquanto respiras. Inspira contando mentalmente até quatro e expira no mesmo ritmo mas sempre pelo nariz.

Outra técnica que existe é a alteração das narinas, ou seja, é respirar por uma narina de cada vez. Eu já experimentei esta mas, no meu caso, não resultou.
Isto é só um método que ajuda a combater a ansiedade. Claro que depois há outros, como beber chá de camomila, erva cidreira..., ouvir música, yoga, entre outros.


Ler Mais

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Desafio da semana #1
agosto 07, 2017 29 Comments

Sempre gostei de desafios, pois é algo que me desafia, me faz sair da zona de conforto. Todas as semanas tenho um desafio diferente para mim mesma e tento ao cumprir ao máximo. E desta vez decide partilhar com vocês.
É algo a meu ver simples que dantes, com a correria do dia a dia esquecia-me de fazer certos hábitos que são para o nosso bem. Até que chegou  um dia e disse que isto não podia mais acontecer. Resolvi então, todas os dias escrever uma meta e tinha que a realizar. Acreditem que algum tempo depois eu já estava habituada e já fazia as coisas naturalmente. Uma das coisas que não fazia de todo era cumprimentar as pessoas, os motoristas, as empregadas do café/pastelaria  não sei porque mas não conseguia. E achava isso uma falta de educação. Agora, com o desafio que me coloco a mim mesma todos os dias vejo tento cumprimentar as pessoas com um sorriso. E acreditem até me sinto mais leve quando faço isso. Coisas simples que fazem toda a diferença.

Para esta semana fiz uma nova lista de metas que quero muito realizar.  E vocês também podem fazer. Alinham?



Metas da semana #1 

Segunda: elogiar 4 pessoas
Terça: beber 1,5 litros de água
Quarta: dormir 1 hora mais cedo
Quinta: fazer coisas que adoras
Sexta: ver um filme
Sábado: beber chá
Domingo: fazer uma caminhada



Depois quero saber com correu 😃
Boa sorte 💓

Ler Mais

sábado, 5 de agosto de 2017

Vive gentilmente
agosto 05, 2017 15 Comments

Estes dias, enquanto andava a passear, vi um panfleto que dizia "Vive gentilmente". Não sei como mas estas duas palavras me ficaram na cabeça. Após alguns dias veio-me à memoria estas palavras e comecei a pensar cá para mim como estas duas palavras tão simples podem ter significados diferentes para pessoas diferentes.

Quando pensamos em viver de forma gentil, é bastante fácil saltar ao pressuposto de que isso deve implicar grandes gestos, mas para mim, às vezes o menor das coisas podem fazer a maior diferença para o próprio dia ou de outra pessoa.

Devemos viver com bondade para os outros mas também para nós mesmos.

Quando comecei a pensar sobre isto, apercebi-me que deveríamos começar logo connosco próprios. Vive gentilmente para ti mesma. Não hesites no passado ou em coisas que estão fora do teu controle. Não te compares aos outros. Não penses em ti mesma de forma negativa. Passa algum tempo a seres gentil contigo. Sê afável, cuida do teu ego, trata-te com carinho, zelo, amor. Lembra-te que todos nós somos almas especiais.

Envia a alguém uma mensagem inesperada dizendo que estás a pensar nele/nela; cumprimenta as pessoas, dizendo-lhes bom dia, a conhecidos e desconhecidos; sorri para alguém; ajuda as pessoas que estão à tua volta; deixa um comentário agradável numa foto no Instagram com a qual normalmente nunca comentas as fotos. Se isso te faria sorrir, provavelmente fará com que a outra pessoa sorria.


Não custa nada ser gentil! Vamos fazer deste um novo mantra da vida?
Ler Mais

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Muffins de Aveia
agosto 02, 2017 19 Comments

Já fiz há algum tempo esta receita e até publiquei no Intagram, que podem ver aqui, mas decidi agora partilhar aqui no blog por ser mais fácil de vocês a encontrarem sempre que quiserem.
Como já disse estes muffins são mega deliciosos e, acreditem, não vão durar muito em vossa casa! Pelo menos na minha não durou lá muito! É uma receita bastante simples e muito fácil, que podem fazer em qualquer altura do ano.

Ingredientes: 
1 ovo;
1 maça ralada;
1 banana esmagada;
150ml de uma bebida vegetal à escolha;
2 colheres de sopa de mel;
1 chavena e meia de flocos de aveia fina;
2 colheres de chá de canela;
1/4 de colher de chá de sal:

Preparação:
Pré-aquecer o forno a 180º C e preparem as formas para os muffins. Misturar e mexer todos os ingredientes secos num recipiente e os húmidos noutro. Depois é só  juntar tudo e misturar muito bem. A seguir, é só colocar a massa nas formas untadas e levar ao forno durante uns 20 a 30 minutos.

Entretanto podem ir pondo a mesa, preparar o chá e o apetite :)
Como viram esta receita não tem nada de complicado por isso não há desculpas para não a fazerem!

Ler Mais

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Como sair de uma mentalidade "Eu ficarei feliz quando..."
julho 31, 2017 21 Comments

Ficarei feliz quando tiver o trabalho que quero.
Ficarei feliz quando puder ter um guarda-roupa.
Ficarei feliz quando conseguir xxx seguidores no Instagram.
Ficarei feliz quando puder comprar um carro novo.
Ficarei feliz quando...

Eu sou totalmente culpada de ter esta mentalidade de "Eu ficarei feliz quando...". Estou constantemente a olhar para as coisas que quero, penso sobre coisas que gostaria de alcançar, ou a ver o que as outras pessoas aparentemente fazem que as deixam felizes e penso que se eu poder fazer ou ter, ficaria feliz também.
Todos nós pensamos muito no futuro. No que realmente queremos ter. E concentrarmos-nos no que queremos não é mau, na verdade até é bom, pois assim é uma maneira de manter os olhos nos nossos objetivos e ambições e nos ajuda a fazer algumas coisas bastantes surpreendentes. No entanto, ao pensar nos nossos "ideais", às vezes deixa-nos esgotados e constantemente insatisfeitos.

Aqui estão algumas maneiras de viver um pouco mais no presente:

- Agradece o que tens
Isto provavelmente parece bastante óbvio, mas se todos os dias retirares um pouco de tempo para pensar e apreciar o que tens em vez de desejar o que não fazes, pode realmente ajudar-te a perceber quão perto podes estar dos objetivos que pretendes para ti. Reconhecer tudo o que temos e agradecer é a chave para sermos ainda mais felizes.

- Faz o que gostas de fazer no dia-a-dia
Se não estás a fazer algo que não gostas, é claro que não pensas noutra coisa. Muitas vezes, pensamos que antes de fazer algo que gostamos, temos que atingir algum objetivo pessoal ou profissional. Mas, isso, não é o caso.
Garantir que estamos a fazer algo que nos interessa o tempo todo, estamos a aproveitar o nosso tempo  agora para criar novas experiências, que no futuro poderão ser úteis.

- Decide ser feliz agora
Desloca o foco do futuro e traz-lo de volta ao presente. Transforma o teu "Eu ficarei feliz quando..." em "Estou feliz agora". Como?! Bem, todos nós temos o controle da nossa felicidade, certo? Se a razão pela qual estamos mais felizes agora é porque decidimos ser. Então, sê feliz e vive a vida a cada dia.


Ler Mais

sábado, 29 de julho de 2017

Esfoliação caseira para os lábios
julho 29, 2017 16 Comments


Sempre tive a pele toda seca nos lábios e com a vinda do verão, praia, sol ficava pior. Por mais que chegasse vaselina, batom do cieiro...nunca resultava. Até que um dia decidi perguntar à minha avó qual a melhor solução de deixar de ter os lábios ressequidos. Como ela adora tudo o que seja caseiro, indicou-me que eu fizesse uma esfoliação com mel e açúcar. E assim fiz, durante três vezes por semana. E não é que resultou! Logo no primeiro dia que fiz notei a diferença e ao fim de uma semana já não tinha os meus lábios tão ressequidos. Com apenas dois ingredientes o que se pode fazer.

E, claro, vocês também podem fazer. Esta é uma receita rápida, económica, eficaz e simples, logo não há desculpas para não o fazerem.
Vão precisar de:
1 colher de açúcar (pode ser açúcar branco, castanho, amarelo - o que vocês tiverem);
2 colheres de mel
1 toalha pequenina
Um pouco de água morna

Depois é só juntar o açúcar e o mel até obter uma consistência "pesada". Esta mistura é bastante, não vão utilizar tudo numa só aplicação, por isso o que costumo fazer é guardar no frigorífico para usar duas ou três vezes por semana.
Colocam um bocadinho de esfoliante nos lábios e esfreguem à volta e façam movimentos circulares pelos lábios. E, boa sorte para não conseguir por nada na boca porque é doce e a tentação é grande, acreditem! Deixem atuar durante 1 minuto e depois com uma toalha humedecida em água morna retirem o esfoliante com movimentos circulares. Vão sentir os lábios muito mais lisos, sem tantas peles mortas.

O mel vai funcionar como um hidratante e juntamente com o açúcar ajuda a retirar as células mortas dos lábios e deixa-los completamente hidratados.
Apesar de o mel ser bastante hidratante convém aplicarem um hidratante por cima que pode ser o batom do cieiro.

Esta é uma esfoliação caseira que faço durante 2 ou 3 vezes por semana para manter os lábios hidratados e sem aquelas peles mortas.
Já conheciam esta esfoliação caseira? Resultou com vocês? Digam-me nos comentários



Ler Mais

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Reflexão sobre os objetivos/resoluções
julho 27, 2017 11 Comments

E não é que 2017 já vai mais do que a meio? Como o tempo passa!! Ainda me lembro, logo no inicio do ano, quando estava a escrever os meus objetivos/resoluções para este ano. Determinada que este ano iria ser melhor que 2016.
Se bem se lembram, no final de 2016, toda a gente falava sobre os novos hábitos, novas resoluções, novo eu...E então, qual é a realidade agora? Como estão a ir? Ainda mantêm os vossos objetivos escritos num lugar onde possam olhar para eles frequentemente ou já se esqueceram onde colocaram a lista?

Se estas a trabalhar ativamente nos teus objetivos e já conseguistes riscar alguns deles, então muitos parabéns! Mantém esse incrível trabalho e não desistas de conquistares muitos mais!
Se, no entanto, não estás exatamente onde queres estar, este post é para ti e a boa noticia, que tenho para te dar, é que tens tempo suficiente para ativares tudo e fazeres as coisas acontecerem.


Reflexão
Algumas semanas atrás, estava a olhar para os objetivos que estabeleci para mim e cheguei a algumas realizações. Alguns objetivos eram grandes outros nem por isso. Eu preciso de deixar espaço para novos objetivos que possam ser adicionados ao longo do ano, porque as situações e as prioridades mudam e é importante manter uma mente aberta e ajustar de acordo. E está tudo bem. Crescemos através da reflexão.
Para apreciares melhor os teus pontes fortes, aprenda a lidar com os contratempos, reconhece as vitorias e compreende o teu "porquê".

Processo (passo a passo)
Caso estejas a sentir o mesmo que fiz, então a minha sugestão é refletires onde estás atualmente na tua vida. A reflexão é um exercício muito poderoso que pode ajudar-te a seres mais consciente. Olha para estes últimos meses como se olhasses para um mapa que te ajuda a ver o que já realizaste, o que ainda precisa de ser trabalhado, chegar a uma conclusão sobre porque é que as coisas podem não estar a funcionar conforme o planeaste. Mas o mais importante é perguntares-te se os objetivos que definiste para ti mesma no início do ano, se ainda são tão importantes para ti?

Aqui ficam algumas perguntas para refletires. Faz uma chávena de chá ou café, tira um tempo só para refletires e anota todas as respostas para estas perguntas, para entenderes melhor onde estás agora e o que precisas para te concentrares no teu progresso.

- O que eu consegui nos 5 meses de que me posso orgulhar?
- Em que objetivos estou a trabalhar atualmente e qual é o progresso? 
- Que metas eu tentei mas não consegui completar? Esses objetivos ainda são tão importantes para mim? Se sim, o que posso fazer para dar tempo às atividades que me aproximarão de alcança-las?
- Em que hábitos eu me concentrei e qual o progresso?
- Que hábitos eu acho difíceis de implementar? Ainda é importante para mim apresentar esses hábitos na minha vida? Se sim, como posso ajudar-me e tornar mais fácil para mim manter esses hábitos?
- Por que é importante para mim atingir os objetivos que estabeleci para mim e que mudança positiva isso irá trazer para a minha vida?


Ler Mais

terça-feira, 25 de julho de 2017

5 coisas produtivas para fazer no verão
julho 25, 2017 15 Comments

A escola já acabou, os exames também. Agora é hora de aproveitar do que resta do verão e, se possível, da melhor maneira. É nesta época que estamos mais relaxados e temos mais tempo para fazermos o que nos apetece, pelo menos para mim, que aproveito sempre o verão para pôr as minhas leituras em dia. Claro que, não vamos passar os dias todos a ler ou a relaxar porque chega a um ponto em que já não nos apetece mais e queremos fazer outra coisa. Preparei, então, uma lista para vocês (e para mim) de coisas que podemos fazer e que eu considero produtivas para esta estação do ano.

1º Fazer um workshop ou um curso rápido
Uma das coisas que mais quero fazer é tirar um curso de culinária, pois é algo que eu gosto e gostava de aprender ainda mais. Também adorava fazer um curso de fotografia mas para já ainda não, talvez quem sabe um dia. No verão facilmente se arranja cursos de curta duração ou workshops, que não só ficam bonitos no nosso currículo, como também contribuem para o nosso crescimento pessoal, intelectual e social. Encontrem um que vos agrade ou que gostavam de aperfeiçoar de dediquem-se a isso.

2º Fazer um picnic
Sempre gostei e gosto de fazer picnics com a minha família, fazemos todos os anos na época do verão e é mega divertido. Uma ótima maneira de estarmos em convívio com as pessoas que mais gostamos. Além, de que é mais barato do que irmos a um restaurante! 

3º Arranjar um trabalho de verão
Para quem gosta de estar ocupada no verão e gosta de ter o seu próprio dinheiro, arranjar um trabalho de verão pode acabar por ser das coisas mais produtivas e divertidas a fazer. A maioria dos restaurantes têm uma grande procura de colaboradores, assim como as lojas, guias turísticos, etc. Trabalho não falta, o que é preciso é força de vontade para termos um mealheiro recheado!

4º Renovar o quarto 
Se há coisas que me renova a alma é mudar/organizar o meu quarto ou outra divisão qualquer da casa. Estou sempre no pinterest à procura de inspirações, de diy's (qualquer dia vou partilhar aqui no blog, um diy que fiz estes dias) Aproveito, sempre, que vou organizar o meu quarto para fazer uma limpa geral ao meu armário. Vejo as roupas que não gosto ou que não me servem e coloco tudo num saco para dar às instituições da minha cidade. Depois à aquelas peças que precisam de ser arranjadas mas isso mando para a minha costureira ou se for uma coisa simples faço eu.

5º Fazer uma viagem
Com a família, os amigos, o namorado - ou até mesmo sozinhos, porque não? Peguem numa mochila e saiam da vossa zona de conforto. Viagem, saiam de casa!! Não é preciso irem assaltar um banco, basta saberem gerir bem o vosso dinheiro e fazer as melhores escolhas. E não é preciso ir ao outro lado do mundo para viajar, podem fazê-lo mesmo aqui, em Portugal. Temos cidades lindas, praias fantásticas, comidas ótimas,e tudo o que precisamos para aprender mais qualquer coisa. Em todas as viagens que fiz por terras de Portugal aprendi sempre mais qualquer coisa. Não ouve uma que não aprendesse nada.


Ler Mais